Módulos com tecnologia PERC assumem a liderança no Brasil

Os módulos nas tecnologias policristalina PERC e monocristalina PERC representaram 54% de todo volume importado no primeiro trimestre de 2020.

O mercado fotovoltaico apresenta um histórico de importantes evoluções tecnológicas. Para acompanhar este novo cenário, a Greener lançou um novo produto ao setor: dois dashboards com informações sobre os módulos e inversores importados no Brasil. De cunho estratégico a todos os players, em especial distribuidores e fabricantes de equipamentos, uma das informações de alta relevância que os dashboards apresentam, consiste na evolução dos preços no mercado,  separados por marca de mês a mês.

Pretendemos com este artigo explorar algumas informações contidas no dashboard para compreender como tem evoluído a dinâmica das tecnologias de módulo que entram no país. Caso tenha interesse em maiores informações, acesse o botão no fim do artigo e confira mais informações sobre o produto.

Dentre as características mapeadas estão:

  • Módulos de célula poli ou mono cristalina
  • Módulos de célula standard e PERC

Ressalta-se que essas características são independentes, podendo um módulo ser qualquer combinação entre elas.

A tecnologia de silício policristalino standard continua sendo a mais significativa. Comparando o primeiro trimestre de 2019 (19T1) e o primeiro trimestre de 2020 (20T1), o montante importado cresceu mais de 60%. Destaca-se que no último trimestre de 2019 (19T4) atingiu-se o pico de importação, com quase 900 MWp somente dessa tecnologia. Sua participação, por outro lado, caiu mais da metade entre os mesmos períodos. Representando cerca de 80% no 19T1, sua contribuição caiu para 40% no 20T1, demonstrando que, apesar de majoritária, essa tecnologia de módulos vem perdendo espaço a cada trimestre.

Outra tecnologia, a de silício monocristalino standard, teve expressivo crescimento no período. Saiu de menos de 45 MW no 19T1 para mais de 80 MW no 20T1. Porém, a participação da fonte foi pouco expressiva em todos os períodos, reduzindo de 8% para 5% entre os T1s de 2019 e 2020, e atingindo o pico de 10% no 19T4, quando a importação foi de 164 MW. Desde o ano passado, o módulo mono standard sempre teve menos espaço que a tecnologia mono PERC e, a partir do 19T2 perdeu, também, espaço para os módulos poli PERC.

Já as tecnologias PERC, tanto para células de silício mono quanto para policristalinos, são as que mais vêm ganhando força no mercado nacional. No 19T1, as participações eram de 9% e 6% para poli e mono PERC respectivamente, somando 78 MW. No 20T1 o valor aumentou expressivamente, formando, em conjunto, a maioria do montante importado. Cerca de 54% do volume de módulos importados no 20T1 é da tecnologia PERC, sendo 22% poli e 32% mono cristalino. Entre 3 das principais marcas atuantes no Brasil no ano de 2020, 80% do importado foi da tecnologia PERC, sendo os 20% restante de poli standard. Essas 3 marcas juntas representam quase 60% de todo o mercado nacional neste ano.

A Figura 1a apresenta a evolução do volume importado de módulos por tecnologia. A Figura 1b apresenta a evolução da participação de cada tecnologia no montante importado. Fica evidente, pela observação dos gráficos, que as tecnologias convencionais (standard) de silício estão perdendo espaço significativo, enquanto módulos mais eficientes, apesar de mais caros, ganham espaço entre desenvolvedores,  distribuidores e integradores.

 

 

Figura 1 – Evolução da potência e participação de cada tecnologia de célula de silício.

 

A plataforma de dados de importação desenvolvida pela Greener é essencial para que fabricantes e distribuidores tomem decisões estratégicas de como atuar no mercado brasileiro.

Além desses dados, também é possível filtrar as informações de importação por:

  • Período (2017 em diante)
  • Marca
  • Tecnologia da célula (mono/poli, standard/PERC, full-cell/half-cell, monofacial/bifacial) 
  • Potência do módulo
  • Unidade de desembaraço

É possível encontrar dados dos preços, volumes importados, principais equipamentos por período etc. Para obter mais informações a respeito, disponibilizamos uma apresentação deste produto. Para acessá-la basta clicar no botão abaixo e preencher o formulário que, em breve, um de nossos consultores entrará em contato para apresentar as funcionalidades do nosso dashboard de módulos e inversores. 

 

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar